Colunistas

Publicado: Segunda-feira, 11 de março de 2019

Bodas de Ouro

Bodas de Ouro

            Numa saudável caminhada de uma manhã ensolarada, o casal volta ao assunto: “Daqui a dois meses estaremos completando  cinquenta anos de casados”. 50 anos! Uma vida... Um número grande, quase assustador. Não é à toa que as pessoas se admiram, olhando para o casal com olhos redondos de surpresa. Mas, logo em seguida, a expressão muda e se encantam. Coisa difícil, hoje em dia, não é mesmo?

            Na verdade, podemos dizer que não parece que passou tanto tempo desde o dia em que dois jovens apaixonados despreparados e sonhadores, deram um ao outro o seu “sim”, diante de Deus e de uma grande família emocionada.

            Com certeza esse casal vivenciou juntos momentos de incertezas, alguns alegres e felizes, outros mais difíceis. Um tempo em que fizeram grandes descobertas, um tempo em que brigaram, mas também riram muito. Como deve ter sido bom a reconciliação, o perdão... Como foi bom ter tido a coragem de não ter desistido, ter lutado para que o coração continuasse leve e o amor suplantasse acontecimentos que poderiam afetar a qualidade dessa caminhada a dois.

            Lembrando-se de fatos passados, enquanto caminhavam foram recordando o que cada um sentiu durante todo esse tempo juntos. Deu para perceber a importância dos pequenos gestos de amor, de atenção, de presença.  O café da manhã sempre alegre, a beleza dos domingos, os passeios em família, férias na praia...

            Os tempos em que os netos passavam com os avós quando os pais viajavam... Toda uma vida de muito amor. A riqueza disso tudo e a certeza de que o casal deseja e quer celebrar com alegria a suas Bodas de Ouro.

            Mas esperem um pouco, talvez a coisa mais importante que este casal quer comemorar não são os 50 anos e, sim, a graça de Deus que  faz sentir ainda  o amor muito jovem, muito fresco no coração de cada um.   

            - 50 anos! Depois de tudo que viveram e construíram juntos, realmente, eles devem comemorar essa conquista, não é mesmo?

            Ditinha Schanoski                                                                                                                                                                                  

           

Comentários

Varanda da Saudade

Ditinha Schanoski

Ditinha Schanoski

Jornalista ituana, trabalhou no jornal A Federação e é articulista de vários jornais e revistas. Membro da ACADIL, SACI, UARD, Gvcmi e outros grupos. Agraciada com diversos prêmios, como a Medalha Dom Gabriel. Nomeada Profissional Ético de 2014.

Arquivo

16h atrás

Vencendo os Limites

16 dias atrás

Bodas de Ouro

30 dias atrás

Sequência de Tragédias

13 de fevereiro de 2019

As Mãos de minha Mãe

23 de janeiro de 2019

Aniversário de Itu